Blog

Entenda o ciclo sexual e melhore sua performance

corpo-apos-orgasmo
sexo

Entenda o ciclo sexual e melhore sua performance

Para que serve esse ciclo? Para que compreenda o caminho do se orgasmo e da parceira, e assim, evitar falhas. Como, brochar, ser rápido demais ou demorado demais.   Entendendo esse passo a passo, você vai se esforçar para sempre manter o ciclo de resgate e não de desgaste.  Se você não tem um sexo bom com sua parceira ou acha que precisa melhorar é porque alguma coisa em uma dessas etapas não está funcionando.

A primeira fase é a do desejo – Está relacionado à antecipação. É como ter uma coceira: seu cérebro avisa que há uma coceira em alguma parte do corpo, e essa sensação aumenta até ser aliviada. Nessa etapa, você foca na conexão, romance, beijos e toques.

A segunda fase é de  aquecimento – Após o desejo ter sido incitado, muitas mulheres gostam do aumento da excitação de forma gradual, começando longe do clitóris e sem penetração Isso porque, o clitóris da mulher ainda não está totalmente excitado. É bom ignorar totalmente no início e, depois, começe a tocá-lo de forma suave e gradual. Isso faz toda a diferença.  O ideal é começar com toque de dedos leves só para sentir mesmo.

Terceira fase é da excitação – Quando se trata da estimulação do clitóris, na fase de aumento da excitação há uma variação muito maior no que é mais prazeroso para mulheres diferentes. Detalhes sutis fazem toda a diferença; então, a experimentação é fundamental. É nessa fase que vai trabalhar os movimentos, variação de localização e pressão. Daqui a pouco vai conhecer os tipos de movimentos para usar

Quarta fase é o orgasmo –  nessa etapa vai manter a consistência naquele movimento que a faz sentir mais excitação. Observe qual movimento da etapa anterior causou mais estimulo e sensação de prazer. Feito isso, vai se manter nele, aumentar a pressão até ela gozar.  Enquanto muitas mulheres preferem continuar, de forma consistente, com o mesmo movimento da aproximação do orgasmo até gozar, outras mulheres gostam de alterar a estimulação de alguma forma no início do orgasmo. Algumas das alterações predominantes são:

  • Maior pressão geral
  • Maior pressão nas partes superiores e ocultas do clitóris
  • Diminua a velocidade ou faça uma pausa para prolongar o orgasmo
  • Uso do pênis ou o dedo na entrada da vagina no momento em que o orgasmo começa

Descobrir qual delas funciona melhor para você ou sua parceira é, provavelmente, a melhor lição de casa de todos os tempos.

Quinta etapa- multiplicidade. Aqui é a hora em que você pode fazer ela ter orgasmos múltiplos. Para muitas mulheres, o clitóris fica sensível após o orgasmo e, provavelmente, esse não é o momento ideal para despender atenção à ele. Mas a técnica da multiplicidade ajuda muito. Vou te ensinar como funciona, na nossa terceira aula. Ok?

Vou deixar um vídeo abaixo para entender melhor como funciona o ciclo na prática